WhatsApp para farmácias: o uso está liberado?

WhatsApp para farmácias: o uso está liberado?

28 May 2021

O uso do WhatsApp para farmácias era estritamente proibido. Mas, desde o início deste ano, algumas regras mudaram. Saiba quais são.

Até pouco tempo atrás a política de boas práticas do WhatsApp proibia o uso comercial do aplicativo para a indústria farmacêutica. Inclusive, em 2019 o aplicativo bloqueou cerca de 500 contas desse segmento. Na época, a Anfarmag (Associação de Farmácias de Manipulação) recorreu à justiça mas não houve qualquer avanço.

No entanto, no início de 2021, o WhatsApp alterou algumas de suas políticas e liberou o WhatsApp para farmácias, mas manteve uma série de regras.

Mesmo que muitas pessoas já utilizem o WhatsApp para compras, ainda é proibida a venda de produtos de uso medicinal. Talvez você esteja se perguntando, então, como deve ser o uso do WhatsApp para farmácias. 

É exatamente isso que vamos te contar neste artigo. Boa leitura!

Política de boas práticas do WhatsApp

Mas antes de falarmos exatamente sobre isso, queremos que você conheça (ou relembre) o que diz a política comercial sobre o uso do WhatsApp.

Sendo assim, além de não ser permitido a venda de medicamentos no geral, também é proibido:

Dispositivos médicos:

  • Acessórios de ginástica e de bem-estar
  • Lentes de contato
  • Curativos e proteções contra lesões físicas
  • Termômetros 
  • Kits para exames médicos ou doenças
  • Bombas de tirar leite materno 
  • Kits de primeiros socorros.

Produtos para abandono do tabagismo:

  • Adesivos de nicotina
  • Chiclete de nicotina.

O aplicativo ainda proíbe a venda de drogas recreativas, sujeitas a prescrição médica ou outras drogas:

Portanto, sendo eles:

  • Drogas, incluindo maconha e produtos à base de maconha
  • Acessórios para uso de drogas, como cachimbos e bongos 
  • Drogas sujeitas a prescrição médica.

Como as farmácias podem utilizar o WhatsApp?

Um dos principais motivos que levou o WhatsApp a permitir, mesmo que parcialmente, o uso das farmácias, foi a pandemia da covid-19. Afinal, esses estabelecimentos são pontos de apoio fundamentais para o combate do vírus por disponibilizarem testes e algumas até mesmo a vacina.

Por isso, agora é possível o envio de mensagens para:

  • Atualizações sobre a elegibilidade da pessoa para tomar vacina no período estipulado pelo governo estadual
  • Agendar testes e aplicação da vacina
  • Automação de chatbots para perguntas frequentes sobre a covid-19.

Além disso, o WhatsApp pode ser utilizado na relação entre médicos x indústria farmacêutica. Por exemplo, para consulta de medicamentos, solicitação de representantes e amostras grátis.

Já na relação com consumidores: para consulta de bula, posologia, verificação de programas internos de medicamento e dúvidas.

Para saber mais sobre o uso do WhatsApp na área da saúde, leia o caso de sucesso:

Confira os resultados alcançados pela Unimed Bauru com a adoção do MKTZAP

Start Today!

Digitize your customer service and make communication with your customers. Schedule a demonstration and get to know our product.

MKtzap Logo
mktzap logo

Jobs

We're hiring!
Check our vacancies!